OQUE VOCÊ PROCURA???

Visualizações

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

NOVAS FOTOS DO DEPARTAMENTO INFANTIL:



OREM POR NÓS!







terça-feira, 14 de setembro de 2010

CULTO INFANTIL

OLÁ PESSOAL!!!
                   A EQUIPE DA COINF/ADEMP PARTICIPOU DO 26º ANIVERSÁRIO DO CONJ. CORDEIRINHOS DO SENHOR (IADERN /GRAMORÉ) , FOI UMA FESTA LINDA!!!
          AH!JÁ QUEREMOS AGRADECER A TIA JANE (coordenadora do DEPIN),
"OBRIGADO POR NOS CONVIDAR", QUE FESTA LIIIINDA!!
POSTEI AQUI UMAS FOTOS DO EVENTO COM MUITO CARINHO:

VEJA :

                                                 ESSE SÃO OS CORDEIRINHOS!!!
                                                


                                                  


                                                                OLHA AÍ A TIA JANE...







      
                            HUUUUUUUM....APRESENTANDO A NOSSA TURMINHA!!



                                        OBRIGADO DEUS!
             

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

COISAS DE DEUS

                   Coisas de Deus
Tudo o que Deus faz é bom !
 Há muito tempo, num Reino distante, havia um Rei que não  acreditava na bondade de Deus. Tinha, porém, um súdito 
que sempre lhe lembrava dessa verdade.
 Em todas situações dizia:
 -- Meu Rei, não desanime, porque Deus é bom ! 
 Um dia, o Rei saiu para caçar juntamente com seu súdito, e uma fera da floresta atacou o Rei. O súdito conseguiu
 
matar o animal, porém não evitou que sua Majestade perdesse o dedo mínimo da mão direita.
 
 O Rei, furioso pelo que havia acontecido, e sem mostrar agradecimento por ter sua vida salva pelos esforços de seu
 
servo, perguntou a este:
 -- E agora, o que você me diz? Deus e bom? Se Deus fosse bom eu não teria sido atacado, e não teria perdido o meu 
dedo.
 
 O servo respondeu:
 -- Meu Rei, apesar de todas essas coisas, somente posso dizer-lhe que Deus é bom, e que mesmo isso, perder um dedo, é para seu bem! 
 O Rei, indignado com a resposta do súdito, mandou que fosse preso na cela mais escura e mais fétida do calabouço.
 Após algum tempo, o Rei saiu novamente para caçar e aconteceu dele ser atacado, desta vez por uma tribo de índios que vivia na selva. Estes índios eram temidos por todos, pois sabia-se que faziam sacrifícios humanos para seus deuses.
 Mal prenderam o Rei, passaram a preparar, cheios de jubilo, o ritual do sacrifício. Quando já estava tudo pronto, e o Rei já estava diante do altar, o sacerdote indígena, ao examinar a vitima, observou furioso:
 -- Este homem não pode ser sacrificado, pois é defeituoso! 
 .......Falta-lhe um dedo!"
 E o Rei foi libertado. Ao voltar para o palácio, muito alegre e aliviado, libertou seu súdito e pediu que viesse em sua presença. 
 Ao ver o servo, abraçou-o afetuosamente dizendo-lhe:
 -- Meu Caro, Deus foi realmente bom comigo! Você já deve estar sabendo que escapei da morte justamente porque não tinha um dos dedos. Mas ainda tenho em meu coração uma grande duvida:
 Se Deus e tão bom, por que permitiu que você fosse preso da maneira como foi? ....Logo você, que tanto O defendeu!? 
 O servo sorriu e disse:
 -- Meu Rei, se eu estivesse junto contigo nessa caçada, certamente seria sacrificado em teu lugar, pois não me falta 
dedo algum!

A RATOEIRA

                                    


                                                             A RATOEIRA


Um rato olhando pelo buraco na parede vê o fazendeiro e sua esposa abrindo um pacote. Pensou logo em que tipo de comida poderia ter ali. Ficou aterrorizado quando descobriu que era uma ratoeira e foi para o pátio da fazenda advertindo a todos:
- Tem uma ratoeira na casa, uma ratoeira na casa.

A galinha, que estava cacarejando e ciscando, levantou a cabeça e disse: - Desculpe-me Sr. Rato, eu entendo que é um grande problema para o senhor, mas não me prejudica em nada, não me incomoda.
O rato foi até o cordeiro e disse a ele:
- Tem uma ratoeira na casa, uma ratoeira.

- Desculpe-me Sr. Rato, mas não há nada que eu possa fazer, a não ser orar. Fique tranqüilo que o senhor será lembrado nas minhas preces.

O rato dirigiu-se então à vaca. Ela disse:
'O que Sr. Rato? Uma ratoeira? Por acaso estou em perigo? Acho que não!

Então o rato voltou para a casa, cabisbaixo e abatido, para encarar a ratoeira do fazendeiro. Naquela noite ouviu-se um barulho, como o de uma ratoeira pegando sua vítima. A mulher do fazendeiro correu para ver o que havia pego. No escuro, ela não viu que a ratoeira pegou a cauda de uma cobra venenosa. A cobra picou a mulher.

O fazendeiro a levou imediatamente ao hospital. Ela voltou com febre. Todo mundo sabe que para alimentar alguém com febre, nada melhor que uma canja. O fazendeiro pegou seu cutelo e foi providenciar o ingrediente principal - a galinha.

Como a doença da mulher continuava, os amigos e vizinhos vieram visitá-la. Para alimentá-los o fazendeiro matou o cordeiro. A mulher não melhorou e acabou morrendo. Muita gente veio para o funeral. O fazendeiro então sacrificou a vaca para alimentar todo aquele povo.

Portanto, na próxima vez que você ouvir dizer que alguém está diante de um problema e acreditar que o problema não lhe diz respeito lembre-se que quando há uma ratoeira na casa, toda a fazenda corre risco. 

Dicas para trabalhar em equipe

                                 
Dicas para trabalhar em equipe
Dica 1 – Tenha paciência
Muitas vezes é difícil conciliar opiniões diversas, principalmente quando se está em grupo. Dessa forma é muito importante que você tenha a devida paciências. Procure sempre mostrar os seus pontos de vista com moderação e ouça o que os outros têm a dizer, mesmo que não esteja de acordo com as suas opiniões.
Dica 2 – Aceite sempre as idéias das outras pessoas
Nem sempre é fácil aceitar novas idéias ou admitir em público que não temos razão, mas é importante saber reconhecer que a idéia de um colega pode ser muito melhor do que a nossa. Afinal de contas, mais importante do que o nosso orgulho é o objetivo comum que o grupo pretende alcançar.
Dica 3 – Nunca critique seus colegas
Quando surgirem conflitos entre os colegas de grupo, é de vital importância não deixar que isso interfira no trabalho em equipe. Avalie as colocações do colega, com isenção total sobre suas impressões de caráter. Pode criticar (de forma construtiva) as idéias, nunca a pessoa.
Dica 4 – Saiba como dividir
Entenda que é muito importante dividir tarefas quando se trabalha em equipe. Não parta do princípio que é o único que pode e sabe realizar uma determinada tarefa. Delegar, compartilhar responsabilidades e informação é fundamental.
Dica 5 – Não deixe de trabalhar, colaborar
Não é por trabalhar em equipe que você precisa esquecer de suas obrigações. Lembre-se que dividir as tarefas é uma coisa, deixar de trabalhar é outra completamente diferente. Colabore.
Dica 6 – Mantenha uma postura participativa e solidária
Procure dar o seu melhor e ajudar os colegas, sempre que seja necessário. Da mesma forma, não se sinta constrangido quando precisar pedir ajuda à alguém da equipe.
Dica 7 – Mantenha o diálogo, sempre
Quando se sentir desconfortável com alguma situação ou função que tenha lhe sido atribuída, é importante explicar o problema para que seja possível achar uma solução que agrade a todos.
Dica 8 – Planejamento é essencial
Quando existem várias pessoas trabalhando em conjunto, a tendência natural é que se dispersem. O planejamento e a organização são primordiais para que o trabalho em equipe seja eficiente e eficaz. O importante é fazer o balanço entre as metas a que o grupo se propôs e o que conseguiu alcançar no tempo previsto.
Dica 9 – Cuidado com o pensamento coletivo
Quando tudo já foi conversado e todas as decisões tomadas, é muito comum que um grupo coeso e homogêneo se torne resistente à mudanças e ignore outras opiniões. Quando isso ocorrer, o grupo deve ouvir opiniões externas e aceitar a idéia de que pode errar.
Dica 10 – Aproveite e divirta-se
No final de tudo, trabalhar em equipe pode ser uma excelente oportunidade de aprender com seus colegas e conviver mais próximo a eles. Todos ganham com a experiência